quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Tiptologia e a Origem do Espiritismo!

Irei trazer para vocês a partir de hoje uma série de explicações parapsicológicas que acontecem na maioria dos casos.
Nem tudo pode ser classificado com "Sobrenatural", este termo é absurdamente grande de mais para se designar fatos pequenos!



Tiptologia

Entre os problemas parapsicologicos de efeitos fisicos são muito frequentes os choques, golpes, percussões, etc. A nomenclatura e os sinônimos são incontáveis. Trata-se de ruídos de todos os tipos, produzidos nas mais diversas modalidades.
Tiptologia (do grego Typto = tocar, ferir, golpear; logos= tratado), nome muito empregado pelos especialistas, para designar o estudo dos "raps", plural da palavra inglesa "rap" (golpe, choque, que na forma verbal significa golpear repetidamente).

Origem do Espiritismo


O moderno espiritismo nasceu precisamente com um caso de tiptologia fraudulenta.
No dia 2 de dezembro de 1847, o pastor metodista John D. Fox, com sua esposa e suas filhas pequenas, mudava-se para uma casa conhecida pelo nome de Hydesville, no bairro de Arcadia do condado de Wayne, estado de Nova York. Poucos dias depois, a mãe, chamada Margaret, começou a ouvir ruídos que considerou um tanto estranhos, apesar de procederem do quarto das meninas e precisamente quando elas deviam estar acordadas. As meninas foram se exercitando durante bastante tempo na produção dos "barulhos estranhos", de modo que estes ruidos, inicialmente leves, eram dois meses mais tardes, em fevereiro de 1848, perfeitos golpes secos, idênticos aos "raps" conhecidos hoje.
No dia 31 de março daquele mesmo ano, 1948, se realizava a "primeira sessão de espiritismo". A menina Margaret tinha naquela data oito anos e meio e Cathy, sete.
Naquela noite, diante da mãe, a menor das irmãs, Cathy, disse à Margaret: "Faz como eu". E golpeando com os dedos da mão, ou batendo palmas, dizia "Conta: um, dois, três". Imediatamente soaram, sem que a mãe pudesse precisar donde, um, dois, três golpes. As meninas estavam apoiadas na cama de madeira.
A mãe assustada, apesar da plena tranquilidade e do riso das meninas, quis prová-las e disse aos ruidos que lhe dissessem a idade de suas filhas menores: ouviram-se, em seguida, oito "raps; depois de uma pequena pausa, soaram outros sete "raps"; e se ouviram mais três que correspondiam à idade da filhinha que falecera.
A mãe ficou completamente desconcertada e, sendo superticiosa, perguntou em seguida: "È algum ser vivo que responde tão corretamente às minhas perguntas? Em caso afirmativo, dê dois golpes". Não houve resposta.
Perguntou então, e este é o momento exato do começo do Espiritismo: "È uma alma?" Imediatamente se ouviram dois golpes secos e claros.
-"È uma alma do inferno?"
Dois golpes.
Com o mesmo sistema, depois de obtida a autorização da alma penada para que viessem os vizinhos, continuou a sessão de espiritismo.

Retratação das Irmãs Fox

Contudo, em 1888, as irmãs Fox, então ambas já viúvas, cansadas e cheias de remorsos, retrataram-se públicamente. Margaret preparou a retratação mediante uma entrevista feita num grande jornal de Nova York.
Depois das entrevistas nos jornais veio a retratação e demonstraçaoão públicas, ao vivo, no grande palco da Academia de Música de Nova York, na noite de 21 de outubro de 1888.
O texto de retratação se conserva pbublicado no livro de Davenport, recebido das próprias irmãs Fox, que, também, deram autorização escrita por elas mesmas, para a publicação de todo o caso.
Sobre a demonstração de como produziram os "raps", um grande matutino nova-iorquino comentava no dia seguinte:
"Foi colocado diante delas um banco de madeira ou mesinha de pés curtos, com as propriedades de uma caixa de ressonância. Tirando o sapato, a senhora Fox-Kane colocou o pé direito sobre a mesinha. Toda a platéia conteve a respiração e foi recompensada por uma série de "raps" secos e fortes, aqueles mesmos sons misteriosos que durante mais de quarenta anos assustaram e desconcertaram milhares de pessoas neste pais e na Europa. Uma comissão composta de três médicos, escolhidos dentre o público, subiu ao palco e depois de examinarem o pé da Sra. Fox-Kane, enquanto golpeava os "raps", concordou, sem dúvidar, que os ruídos eram produzidos pela ação da primeira articulação do dedo polegar do pé".
Porém, as irmãs Fox faziam fraudes não somente com o dedo do pé. Muitos anos antes da retratação, em feveireiro de 1851, uma comissão de médicos de Buffalo comprovava que elas também produziam "raps" com as articulações dos joelhos e dos tornozelos.

Como vocês observaram, a maioria das coisas estranhas são simplesmente explicadas pela ciência, e  a mentira nunca dura muito tempo.
Para as coisas que a ciência não consegue explicar aplicamos o termo "milagre". E ocorreram váriso milagres em ambitentes católicos que até hoje intriga a ciência.
Está é a base do Espiritismo, ainda a vários outros pontos a serem discutidos, e muitos daqueles fenomenos mediunicos podem ser desenvolvidos por pessoas sensiveis, ou com qualquer pessoa através da Hipnose.
A todos:
Dominus Vobiscum!









Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...